HealthTech Lisboa (LISPOLIS)

Nova Venture Developer HealthTech Lisboa

Segundo a WHO (World Health Organization), Health Tech é o termo que define a aplicação da tecnologia em saúde, com o objetivo de otimizar processos de gestão, melhorar a prevenção e diagnóstico de doenças, contribuir para a melhoria de qualidade de vida e facilitar a acessibilidade dos serviços de saúde e cuidados especializados.

A finalidade é permitir que as novas tecnologias sejam globalizadas e acessíveis em qualquer parte do mundo. Para resolver problemas de mercado, são empregadas novas tecnologias, nomeadamente: Big Data, AI e Robótica, Tecnologia Mobile, E-Commerce, Telemedicina e Wearables (IoT).

Sabemos que desde 2015 se tem assistido a um crescimento deste setor e o investimento tem sido cada vez maior. O relatório “Healthcare Investments and Exits Report”, do Silicon Valley Bank (SVB), prevê que o investimento em Healthtech na Europa e nos Estados Unidos da América continue a crescer em 2020.

Portugal tem-se mostrado promissor no setor das tecnologias da saúde, com inúmeros projetos neste setor a serem criados anualmente. Contudo, carecem de suporte na estruturação da ideia e do plano de negócio, na estratégia de desenvolvimento e financiamento, não esquecendo o suporte em marketing e vendas, preparando-as assim para aceder ao mercado global numa posição competitiva.

O investimento do Governo Português no setor, fazendo crescer o suporte para startups (especialmente através da Startup Portugal, da Rede Nacional de Incubadoras e da Portugal Ventures), a disponibilidade de recursos humanos altamente qualificados para contratação, os custos baixos e naturalmente o clima agradável são motivos para atrair cada vez mais jovens empreendedores para o nosso país, e em especial para a capital lisboeta.

Nos últimos anos, Lisboa tem vindo a tornar-se um dos principais polos de startups na Europa. Para além dos empreendedores nacionais, tem vindo a atrair também empreendedores de outros países europeus, bem como dos Estados Unidos da América, Canadá, Brasil e outros países extracomunitários.

É no seguimento destas tendências que surge o projeto HealthTech Lisboa powered by LISPOLIS, a mais recente “Venture Developer” especializada no desenvolvimento de startups do setor das tecnologias da saúde, sediadas em Portugal.

O seu objetivo é acelerar o crescimento de startups e unir os empreendedores mais pioneiros no campo das tecnologias da saúde, com o intuito de interligar soluções inovadoras com o setor da Saúde e o mercado global.

 

Sobre a HealthTech Lisboa

A HealthTech Lisboa está localizada no LISPOLIS – Polo Tecnológico de Lisboa, um dos parceiros fundadores do projeto. O LISPOLIS é a associação privada sem fins lucrativos que gere o Polo Tecnológico de Lisboa, um dos locais preferenciais para a instalação de empresas tecnológicas e inovadoras na capital do país, que conta com quase 30 anos de experiência no apoio ao crescimento de startups, PMEs e multinacionais e tem atualmente mais de 125 empresas nos seus espaços.

Esta nova venture developer é ainda parceira da Startup Lisboa, associação privada sem fins lucrativos que apoia startups nos seus primeiros anos de vida. Sendo esta uma das entidades com maior de sucesso e reconhecimento em Portugal no lançamento de startups internacionais, a HealthTech Lisboa torna-se assim o seu braço direito para projetos em tecnologias da saúde.

Também a ANJE (Associação Nacional de Jovens Empresários) e a UBI Medical são parceiros da HealthTech Lisboa, com o intuito de aceder e validar potenciais negócios promissores.

 

Equipa Multidisciplinar

Miguel Fontes, CEO da Startup Lisboa, é o presidente da HealthTech Lisboa. Do Conselho de Administração Consultivo fazem parte Vitor Crespo (Co-founder), Bruno Cardoso (CFO e Co-founder), Lars Wahlstrom (CSO e Co-founder) e Christer Köhler, Professor de Neurologia (Bergen University), ex-vice-presidente para a área de medicamentos inovadores na AstraZeneca e um longo historial de conquistas, reconhecimentos e funções no sector dos cuidados de saúde.

Através do know-how desta direção, a HealthTech Lisboa tem acesso a competência e a uma rede de contactos de excelência em todo o mundo.

 

Apoios HealthTech Lisboa

A HealthTech Lisboa promove um conjunto de apoios para startups residentes e não residentes, nomeadamente nos setores:

  • Análise Estratégica (Modelo de Negócios, Plano de Negócios, Equipa, Pitch Deck, Visão e Missão, MVP e Branding)
  • Análise Financeira (Diligências, Avaliação da Empresa, Orçamento e Análise de Projetos, Financiamento, Otimização da estrutura financeira e redução de custos, Melhoria de processos e Auditorias)
  • Procura de Financiamento (BAs e VCs, Fundos Perdidos, Banca e Híbridos)
  • Vendas e Gestão (Estratégia e Canais de Vendas, Serviços de Gestão)
  • Serviços Core (Jurídicos, Administrativos, Contabilísticos, Marketing e Tecnológicos)

A HealthTech Lisboa conta também com vários mentores altamente qualificados e com longa experiência internacional em indústrias como a tecnologia, banca, tecnologia para saúde, finanças, indústria, bens de consumo, desporto e moda. Muitos destes mentores também estiveram envolvidos e apoiaram pessoalmente a fundação da HealthTech Lisboa. As suas redes e experiências profissionais serão um trunfo inestimável para validar a propriedade intelectual (PI) das Startups e encontrar os contactos certos, em todo o mundo, para os ajudar a obter pilotos, a entrar no mercado e obter escala.

 

Portfólio de Startups

A HealthTech Lisboa está já a trabalhar com algumas startups:

  • CRIAM: Startup portuguesa com foco no desenvolvimento de um dispositivo médico portátil e automático para rápida identificação do tipo de sangue e potenciais doenças. Pretende ser uma plataforma para
    a deteção automática de doenças na área do Point-of-Care.
  • DEEP NEUROSONIC: Startup focada na criação e validação de produtos baseados em Machine Learning para resolver e automatizar problemas diários através de Visão Computacional.
  • FASTCOMPCHEM: Startup que desenvolve tecnologias que permitem simulações com dezenas de milhares
    de átomos com métodos precisos ab initio de mecânica quântica para ajudar as empresas farmacêuticas a acelerar o seu crescimento e evitar a investigação de “moléculas erradas”.
  • NEUROSOV: Startup dedicada ao desenvolvimento de novas moléculas que podem atrasar significativamente a progressão da doença de Parkinson.
  • NUADA: Startup portuguesa que desenvolveu uma luva com um exoesqueleto embutido para facilitar o dia a dia das pessoas com falta de força ou deficiência na zona da mão. NUADA é um revolucionário sistema que melhora a função da mão de forma segura, leve e eficaz.
  • VISER: Startup que oferece soluções para o setor da saúde e dos cuidados interpessoais com o objetivo de garantir uma vida quotidiana eficente e segura através de sistemas modernos de suporte que utilizam as tecnologias da informação.

 

Descubra mais sobre a HealthTech Lisboa powered by LISPOLIS e veja a sessão de apresentação do projeto no âmbito da 9ª Semana do Empreendedorismo de Lisboa!